Monarquia do Brasil

Salário: República e Monarquia

Pesquisas em épocas anteriores a 15 de novembro de 1889 indicam que um SERVENTE DE PEDREIRO era considerado profissional qualificado. Naquela época, o menor salário mensal de um trabalhador sem nenhuma qualificação no Brasil Imperial eram 25 mil réis mensais. O salário de uma Professora que dava aulas de primeira à quarta série, eram 45 mil réis. O salário mensal de um Heitor de uma universidade ou professor que lecionasse no segundo grau era 167 mil réis.

Naquela mesma epóca, o maior salário mensal do País era 300 mil réis. Para fins de referência e cálculos toma-se aqui o ouro puro (24 quilates), ou seja, 9 (nove) gramas de ouro, em 15 de novembro de 1889 valia 10 mil réis.

Esses valores permaneceram praticamente constantes, com certa valorização em relação à Libra Esterlina, entre 1840 e 1889, ou seja, todo período do Reinado do Imperador Dom Pedro II.

Considerando o salário mínimo mensal de hoje, 11 de novembro de 2016, em R$880,00 (oitocentos e oitenta reais), e

Considerando ainda que o salário (todos os penduricalhos) mensal de cada deputado federal seja R$160.000,00 (cento e sessenta mil reais) mensais, que deveria, em tese, ser igual ao salário do presidente da república e de cada um dos senadores, sendo o maior salário do Brasil. Desconsidera-se as despesas de ressarcimento, tais como, despesas médicas que são ilimitadas (receita!?).

Considerando que, em 15 de novembro de 1889, 9 (nove) gramas de OURO valia 10 mil réis (dez mil réis) e hoje, 11 de novembro de 2016, 9 (nove) gramas de OURO, portanto, a mesma quantidade daquela época, valem R$1.219,50 (hum mil e duzentos e dezenove reais e ciquenta centavos), pois o grama de ouro vale hoje, 11 de novembro de 2016, R$135,50 (cento e trinta e cinco reais e cinquenta centavos).

Convertendo esses valores para os dias de hoje:

1) O maior salário no Brasil, em 15 de novembro de 1889, eram 12 vezes o menor salário. Vejam: 300000 / 25000 = 12;

2) O maior salário no Brasil hoje, em 11 de novembro de 2016, são de 181,81 vezes o menor salário. Vejam: R$160.000,00 / 880,00 = 181,81;

3) Convertendo os valores de 15 de novembro 1889 para reais hoje, 11 de novembro de 2016, o salário MÍNIMO deveria ser de 22,5 X 135,50 = R$3.048,75 (TRES MIL E QUARENTA E OITO REAIS E SETENTA E CINCO CENTAVOS);

4) O salário de um PROFESSOR PRIMÁRIO em 15 de novembro de 1889 eram 67 mil réis que daria para comprar 60,3 (sessenta vírgula três) gramas de ouro. Transformando os valores daquela época data para hoje 11 de novembro de 2016, o salário de um PROFESSOR PRIMÁRIO deveria ser de 60,3 X 135,50 = R$8.170,65 (OITO MIL E CENTO E SETENTA REAIS E SESSENTA E CINCO CENTAVOS);

5) O salário de um HEITOR/PROFESSOR SECUNDÁRIO em 15 de novembro de 1889 era de 167 mil réis que daria para comprar, naquela época, 150,3 (cento e cinquenta vírgula três) gramas de ouro. Transformando os valores daquela época para hoje, 11 de novembro de 2016, o salário de um HEITOR/PROFESSOR SECUNDÁRIO deveria ser de 150,3 X 135,50 = R$20.365,65 (VINTE MIL E TREZENTOS E SESSENTA E CINCO REAIS E SESSENTA E CINCO CENTAVOS);

6) O salário de um funcionário, sem nenhum conhecimento, nenhuma qualificação, sobre a atividade que ia exercer, em 15 de novembro de 1889, eram de 25 mil réis com o qual podia comprar 22,5 (vinte e dois vírgula cinco) gramas de ouro (24 quilates). Hoje o salário mínimo é de R$880,00 com o qual se consegue adquirir 6,49 (seis vírgula quarenta e nove) gramas de ouro.

7) O salário de um SERVENTE DE PEDREIRO em 15 de novembro de 1889 eram de 45 mil réis com o qual seria capaz de comprar 40,5 (quarenta vírgula cinco) gramas de ouro. Transformando os valores de 15 de novembro de 1889 para hoje, 11 de novembro de 2016, o salário de um SERVENTE DE PEDREIRO deveria ser de (40,5 X 135,50) R$5.487,75 (CINCO MIL E QUATROCENTOS E OITENTA E SETE REAIS E SETENTA E CINCO CENTAVOS);

8) O maior salário do País em 15 de novmbro de 1889, eram de 300 mil réis que daria para comprar 270 (duzentos e setenta) gramas de ouro. Convertendo os valores daquela época para hoje, 11 de novembro de 2016, o salário de um DEPUTADO/PRESIDENTE/SENADOR deveria ser de 270 X 135,5 = R$36.585,00 (TRINTA E SEIS MIL E QUINHENTOS E OITENTA E CINCO REAIS).

Conclusão

Considerando o MENOR SALÁRIO do Brasil em 15 de novembro de 1889 em 22,5 (vinte e dois vírgula cinco) gramas de ouro (SERVENTE DE PEDREIRO) e hoje, 11 de novembro de 2016 em 6,49 (seis vírgula quarenta e nove) gramas de ouro, houve “PERDAS!?” exorbitantes.

Considerando que o MAIOR SALÁRIO do Brasil, em 15 de novembro de 1889, eram 270 (duzentos e setenta) gramas de ouro e hoje, em 11 de novembro de 2016 são 1.180,81 (hum mil e cento e oitenta vírgula oitenta e um) gramas de ouro houve “ganhos!?” inexplicáveis.

Logo conclui-se que, enquanto o SERVENTE DE PEDREIRO, em 127 anos, teve uma perca salarial de (22,5/6,49)= -346,69% (trezentos e quarenta e seis vírgula sessenta e nove porcento), na contra mão os deputados federais e aqueles com salário equivalente, por sua vez, tiveram, no mesmo período, um ganho salarial de (1.180,81 / 270) = +437,33% (quatrocentos e trinta e sete vírgula trinta e três porcento) para valores calculados em ouro 24 (vinte e quatro) quilates.

Considerando que o poder de compra é a capacidade de adquirir bens e serviços com determinada unidade monetária, houve, portanto, no mesmo periodo, entre o maior e o menor salário, um distanciamento astronômico dessa mesma capacidade em torno de 784% (setecentos e oitenta e quatro porcento). Em 11/11/2016.

Uma aula de história e economia

Palestra de Dom Bertrand: pelo plebiscito de 1993.